comitiva ii

Ladrão que furtou R$ 40 mil é chefe da "maior quadrilha de arrombadores" de MS

Cinco cidades estão na lista de alvos de ciminoso, que foi preso na terça-feira, mas acabou solto nesta quinta

Por Dayene Paz em 11/07/2024 às 15:21:47

Douglas Borges de Souza tem passagens por dezenas de furtos. (Foto: Direto das Ruas)

Preso por furtar R$ 40 mil de mercado em Aquidauana, nesta semana, Douglas Borges de Souza, de 31 anos, que leva o apelido de "Biro Biro", faz parte da "maior quadrilha de arrombadores" de Mato Grosso do Sul. Ele já causou prejuízo de R$ 500 mil em comércios de Dourados e região. No nome de Dourglas constam, ao menos, 20 passagens por furtos em cinco cidades diferentes.

Com ajuda de câmeras de segurança, policiais conseguiram prender Douglas na terça-feira, 9 de julho, no Jardim Campo Nobre, na Capital. Com ele, a polícia recuperou pouco mais de R$ 4 mil do que foi levado de dois mercados alvos dele na segunda-feira (8), em Aquidauana.

Biro Biro tem longo histórico criminal, desde quando era menor de idade, com 21 processos no TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Os crimes são furtos qualificados e porte ilegal de arma de fogo, em Campo Grande, Dourados, Água Clara, Ribas do Rio Pardo e Maracaju.

Considerado chefe do bando que tinha como alvos, segundo a polícia, preferencialmente mercados e grandes lojas, invadidos pelo teto. Em seguida os criminosos desligavam os sistemas de segurança, arrombavam os cofres e fugiam levando grande quantidade em dinheiro e cheques.

Câmera de segurança de um estabelecimento de Dourados chegou a registrar uma das ações da quadrilha. As imagens mostram o momento em que Douglas é resgatado por um comparsa após tentativa frustrada de invasão a um supermercado.

O criminoso pula o muro com muita dificuldade. Aparentemente ferido e mancando de uma perna, o homem vai até uma mureta e senta. Ele acena com o braço e logo em seguida um veículo estaciona, o condutor desce e dá apoio ao assaltante até ele entrar no veículo. Segundo a polícia, Douglas conseguiu fugir do cerco policial.

Policiais civis e militares fizeram buscas com drone e até sobre o telhado de casas na Rua Hayel Bon Faker, no Jardim Água Boa, em Dourados, para encontrá-lo. Ele acabou capturado no dia 15 de maio de 2021, mas depois conseguiu liberdade provisória.

Policial sobre telhado de casa no Jardim Água Boa, em Dourados (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Policial sobre telhado de casa no Jardim Água Boa, em Dourados (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Mais uma vez atrás das grades, Douglas foi levado ao Fórum de Campo Grande nesta quinta-feira (11), onde passou por audiência de custódia e, mais uma vez, conseguiu liberdade provisória.

Fonte: CAMPO GRANDE NEWS

Comunicar erro
no

Comentários

comitiva