comitiva ii

Estado anuncia fim dos incêndios no Pantanal nesta quinta-feira

No entanto, situação é de vigilância, com o aumento da temperatura nos próximos dias

Por Sarah Chaves em 11/07/2024 às 14:49:22

Todas as regiões do Pantanal seguem em constante monitoramento (Agência MS)

Durante atualização de dados sobre o combate ao fogo no Pantanal nesta quinta-feira (11), o Governo do Estado divulgou que não há nenhum incêndio florestal no bioma em Mato Grosso do Sul, mesmo assim, conforme a tenente-coronel Tatiane Inoue, diretora de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros Militar,equipes atuam no monitoramento e rescaldo da região.

O único foco de calor ativo, localizado na região do Paraguai Mirim também está sob controle. "O satélite tem uma base de captura acima de 47ºC, então mesmo não havendo incêndios hoje no Pantanal sul-mato-grossense a gente faz as atividades de monitoramento e rescaldo", explica a tenente-coronel.

A preocupação agora é com a queima lenta dentro das áreas queimadas em troncos de árvores, por exemplo. É preciso fazer o rescaldo para evitar a reignição. "Apesar de uma massa de ar frio ter chegado esta semana favorecendo as condições de combate, diminuindo a temperatura e aumentando a umidade relativa do ar, as nossas equipes combateram os incêndios até a extinção, mas a tendência é que nos próximos dias as temperaturas voltem a se elevar, a umidade relativa do ar diminua e podemos ter mais uma vez uma sequência de incêndios no bioma", alerta a tenente-coronel.

Desde o começo do ano até 9 de julho, 594 mil hectares foram queimados no Pantanal sul-mato-grossense, o que corresponde a 6% do total de 9 milhões de hectares da região pantaneira no Estado.

Nestes 101 dias de Operação Pantanal 2024, cerca de 516 bombeiros militares de Mato Grosso do Sul atuaram na região com apoio do Ibama, ICMbio, PrevFogo, Força Nacional e Forças Armadas. Mais de 400 integrantes se revezam no combate de acordo com o planejamento das ações.

Ao todo 11 aeronaves são usadas no combate ao fogo, incluindo Air Tractors, helicópteros e o cargueiro KC-390 dos Governos Estadual e Federal.

A coordenadora do Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul), Valesca Fernandes, informou que não deve chover nos próximos dias no Pantanal, com exceção da região de Porto Murtinho. Na semana que vem os termômetros sobem gradativamente atingindo máxima de 34ºC e a umidade fica entre 10% e 30%, e as condições voltam ser favoráveis aos incêndios.

com informações da Agência MS

Fonte: JD1

Comunicar erro
no

Comentários

comitiva