gov2
lei do pantanal
detran
gov
aguas
AGEMS

Com Pantanal em chamas, Ibama dá aval para Prevfogo contratar brigadistas

Pantanal de Mato Grosso do Sul pode enfrentar crise pior que a registrada em 2020

Por Aliny Mary Dias em 10/06/2024 às 12:08:41

Fogo no Pantanal de Mato Grosso do Sul (Foto: Henrique Arakaki, Arquivo, Jornal Midiamax)

Em meio a mais um período de fogo e fumaça no Pantanal, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) deu aval para o Prevfogo contratar brigadistas temporários para atuar em Mato Grosso do Sul.

A portaria do instituto que libera a contratação de brigadas federais temporárias foi publicada na edição desta segunda-feira (10) do DOU (Diário Oficial da União).

Conforme o documento, as brigadas tem objetivo de combater e prevenir incêndios florestais.

Em Mato Grosso do Sul, o Ibama liberou contratação de temporários para atuar em duas brigadas em Aquidauana e uma em Miranda.

As brigadas são compostas por um chefe de brigada, dois brigadistas chefes de esquadrão e 12 brigadistas. Portanto, serão contratados pelo menos 45 profissionais para atuar nas três brigadas liberadas pelo Ibama.

Pantanal em chamas

O incêndio mais recente que consome o Pantanal de Mato Grosso do Sul começou na madrugada do dia 2 de junho.

De lá para cá, os focos aumentaram e equipes saíram de Campo Grande para auxiliar no combate às chamas.

Do início do ano até agora, de acordo com o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), os focos de incêndio aumentaram mais de 1000% no Pantanal em relação ao mesmo período de 2023.

A situação, portanto, acende alerta entre os especialistas que realizam o monitoramento da região, já que em 2024 é prevista uma seca histórica, que pode superar a vivida em 1964 no Estado.

Fonte: Midiamax

Comunicar erro
no

Comentários

comitiva