gov2
lei do pantanal
detran
gov
aguas
AGEMS

Em meio às cheias, RS terá onda de frio a partir de quarta-feira

Mínimas devem chegar a dez graus, agravando a situação de milhares de pessoas que tiveram de abandonar suas casas

Por Correio do Estado em 06/05/2024 às 11:55:45

Correio do Estado

Após uma semana de fortes chuvas que causaram inundações e deixaram um rastro de destruição em mais das metade das cidades do Rio Grande do Sul, está prevista a chegada de uma onda de frio a partir da próxima quarta-feira (8).

Segundo o Comando Militar do Sul, em algumas regiões do estado os termômetro podem marcar mínimas de 10°C, o que pode causar ou agravar a hipotermia das pessoas que ainda não conseguiram ser resgatadas e estão em locais sem acesso a abrigo e alimentos.

Balanço divulgado pelo governo do Rio Grande do Sul neste domingo (5), apontou que mais de 844 mil pessoas foram afetadas pelas enchentes. Dessas, mais de 130 mil tiveram de deixar suas casas. Há ainda 421 mil imóveis sem energia e 839 mil imóveis sem água. Até este domingo, eram 78 óbitos confirmados e 105 desaparecidos.

Antes da chegada do frio, a semana começa com alerta de chuvas e ventos fortes no sul do estado. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), os ventos podem ter entre 40 km/h a 60 km/h nesta segunda (6).

Há risco de descargas elétricas, queda de granizo e alagamentos, especialmente no sul do estado, em municípios como Bagé e Pelotas.

A Defesa Civil diz que pode haver inundação no rio Uruguai nesta segunda, e advertiu para um possível transbordamento do dique da Fiergs (Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul). O rio Guaíba, em medição mais recente, na noite deste domingo, chegou ao nível de 5,27 metros.

Nesta segunda, Porto Alegre deve ter temperatura máxima de 26ºC e mínima de 19°C. Para a noite de segunda e a terça-feira (7), há previsão de tempo mais estável, sem tanta chuva.

(Informações da Folhapress)

Comunicar erro
no

Comentários

comitiva