aa

Rose confirma pré-candidatura e busca ser uma alternativa de centro na Capital

A ex-deputada federal revelou que pretende conversar com MDB, PP, PT, PDT e demais partidos para criar um grupo forte

Por DANIEL PEDRA em 03/04/2024 às 13:35:31

Rose Modesto vai disputar pela segunda vez uma eleição pela Prefeitura Municipal de Campo Grande - Foto: Reprodução

Depois de analisar as últimas pesquisas internas, tanto qualitativas como quantitativas, a executiva nacional do União Brasil ontem decidiu pela oficialização da pré-candidatura da ex-deputada federal Rose Modesto à Prefeitura de Campo Grande na eleição do dia 6 de outubro.

"Vamos procurar a todos com quem temos bom di√°logo para formar alianças, respeitando os partidos que j√° t√™m pré-candidatos, mas sem deixar de conversar com todos até o momento do registro de candidatura, que ser√° em julho", declarou a atual titular da Superintend√™ncia do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

Ao Correio do Estado, que j√° tinha adiantado essa informação no início deste ano, Rose Modesto acrescentou que pretende ser uma alternativa de centro na Capital, para que o eleitorado possa fugir da polarização entre direita e esquerda fortalecida em 2022 na disputa entre o agora ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL) e o atual presidente Luiz In√°cio Lula da Silva (PT).

Apesar de existirem outros pré-candidatos de centro na disputa pela Prefeitura de Campo Grande, a ex-deputada federal pretende ser mais uma opção e, nesse sentido, vai a partir de agora buscar o di√°logo com MDB, PT, PP, PDT, PRD e PL, entre outras legendas, para formar uma ampla aliança partid√°ria.

"Eu vou dialogar com todos, até porque o registro de candidatura é só em julho e, até l√°, vou buscar alianças. Então, é um período agora de muita conversa e muito di√°logo", avisou.

Rose Modesto também completou que ficar√° à frente da Sudeco, a pedido da equipe, do governo estadual e também dos governadores dos outros estados da Região Centro-Oeste.

"Nós vamos ficar até o fim de abril, começo de maio pelo menos, j√° que a data para a descompatibilização, no meu caso, é o dia 4 de junho, mas nós vamos ficar um período a mais e vamos sair antes também dessa data final", assegurou.

A ex-deputada federal revelou que não pretende vetar nem os partidos que j√° anunciaram pré-candidaturas, pois até julho ainda tem muito tempo para os diretórios municipais decidirem se realmente vão registrar candidaturas próprias ou não.

"Então, eu vou buscar ter essas conversas para formar alianças para concorrer à prefeitura da Capital. Quero falar com todo mundo, dialogar com as lideranças do MDB, do PT, do PP, entendeu? São os partidos em que a gente encontra espaço para poder dialogar até o período final de registro da candidatura, para, dessa forma, buscar fortalecer a minha candidatura", ressaltou.

Sobre quem poder√° ser o vice-prefeito ou a vice-prefeita na chapa encabeçada por ela, Rose Modesto reforçou que ainda é muito cedo.

"A respeito do meu vice ou da minha vice, só vou decidir l√° no período das convenções mesmo. Agora, vou buscar dialogar com todo mundo, pois acredito que Campo Grande precisa de uma candidatura que consiga dialogar com todos", afirmou.

Ela assegurou que vai precisar de todo mundo, "respeitando as diferenças ideológicas, mas os nossos interesses por Campo Grande t√™m de estar muito acima dos interesses pessoais e das defesas ideológicas e partid√°rias".

"Penso que, com essa condição, a gente vai conseguir fazer uma campanha eleitoral propositiva", argumentou.

"Vamos procurar a todos com quem temos bom di√°logo para formar alianças, respeitando os partidos que j√° t√™m pré-candidatos, mas sem deixar de conversar com todos", Rose Modesto, confirmando sua pré-candidatura a prefeita de Campo Grande

TERCEIRA VIA

Como o Correio do Estado j√° tinha informado, nos últimos dias, Rose Modesto surgiu como a terceira via na disputa pela prefeitura do maior colégio eleitoral de Mato Grosso do Sul.

Com 639.873 eleitores, de um total de 1.996.510 no Estado, Campo Grande é a jóia da coroa para os maiores partidos políticos sul-mato-grossense, tanto que, até ontem, a disputa pela prefeitura estava entre a atual prefeita Adriane Lopes (PP) e o deputado federal Beto Pereira (PSDB).

No entanto, a partir de agora, a dupla ganhou a incômoda presença da ex-deputada federal Rose Modesto, que ganhou força com a divulgação dos resultados das últimas pesquisas de intenções de votos na cidade.

Porém, ela não ter√° uma tarefa f√°cil, afinal, enfrentar√° duas m√°quinas na corrida eleitoral, a municipal, encabeçada pela prefeita Adriane Lopes, e a estadual, liderada pelo deputado federal Beto Pereira, que é do mesmo partido do governador Eduardo Riedel.

Além disso, Rose ter√° pela frente a alta popularidade de Riedel e do ex-governador Reinaldo Azambuja, presidente estadual do PSDB, trabalhando pela pré-candidatura de Beto Pereira.

Do outro lado, a titular da Sudeco ainda ter√° de driblar a popularidade da senadora Tereza Cristina (PP), que foi a mais votada nas eleições gerais de 2022, com 829.149 votos, ou seja, 60% dos votos v√°lidos, e a influ√™ncia da parlamentar junto aos bolsonaristas da Capital.

Ao seu favor, Rose Modesto tem a baixa rejeição em Campo Grande e o fato de ter mais "chão" nos bairros da periferia da Capital, onde est√° a maioria dos eleitores campo-grandense, do que os dois advers√°rios.
"Alea jacta est", que, traduzido do latim para o portugu√™s, significa "a sorte foi lançada".

Fonte: CORREIO DO ESTADO

Comunicar erro
no

Coment√°rios

comitiva